31 de janeiro de 2015

Inscrições da Académica

A Liga de Clubes divulgou esta sexta-feira a lista de todos os jogadores inscritos durante a semana e que por isso já são opção para os respetivos treinadores na jornada de fim de semana.

Lista de jogadores devidamente inscritos na Académica: 

Salim Cissé (Académica, empréstimo do Sporting)
Ricardo Esgaio (Académica, empréstimo do Sporting)

Hugo Ribeiro (Académica, já estava no clube)
Ibrahim Diomande (Académica juniores, já estava no clube)
Moussa Yeo (Académica juniores, já estava no clube)

Taça da Liga: Académica - União: Horário

Jogos marcados para 4 de fevereiro, quarta-feira:

Grupo C
Vitória de Guimarães – Belenenses, 20.15 horas
Vitória de Setúbal – Boavista, 20.15 horas

Grupo D:
Rio Ave – SC Braga, 16 horas
Académica – União, 16 horas

30 de janeiro de 2015

FC Porto resiste ao assédio a Gonçalo Paciência: agora foi a Académica

Briosa tem insistido no empréstimo do ponta de lança, mas a resposta até agora foi não

FC Porto resiste ao assédio a Gonçalo Paciência: agora foi a Académica


Gonçalo Paciência é um dos jogadores que evoluíram na II Liga na primeira metade da época que mais interesse desperta junto dos clubes da primeira divisão. 
  
A primeira cobiça veio do Arouca, que esteve até muito perto de garantir o jogador por empréstimo, agora é a Académica que também insiste junto do FC Porto na cedência do jovem ponta de lança. 
  
À semelhança do que aconteceu com o Arouca, porém, o FC Porto resiste ao assédio. 
  
Até agora os azuis e brancos têm respondido sempre não, justificando a rejeição de um empréstimo com o facto do jogador fazer parte das opções de Julen Lopetegui na equipa principal do FC Porto. 
  
Recorde-se que Gonçalo Paciência participou nos últimos três jogos da equipa principal do FC Porto, fez um golo e sofreu duas grandes penalidades, deixando excelentes indicações para o futuro. Por isso Lopetegui conta com ele. 
  
A Académica, no entanto, continua a insistir. Mas dificilmente vai ser feliz.

in maisfutebol 

Apresentação Oficial: Ricardo Esgaio e Salim Cissé

Os jogadores Ricardo Esgaio e Salim Cissé são os novos reforços da Académica. O defesa/médio português e o avançado guineense chegam provenientes do Sporting, a título de empréstimo, até final da temporada.


Ricardo Esgaio vai vestir a camisola 47 da Briosa enquanto Cissé, que volta a Coimbra, vai ser o dono da camisola 12.



Os dois jogadores já estiveram esta quinta-feira a treinar sob as ordens de Paulo Sérgio e ficaram a conhecer os cantos à casa, nomeadamente Ricardo Esgaio. No caso de Cissé, como já foi referido, trata-se de um regresso a casa que o possante avançado vê com bons olhos. Os novos reforços dos "estudantes" já falaram em exclusivo ao Site Oficial do clube. Para ver aqui:



Ricardo Esgaio

Salim Cissé

29 de janeiro de 2015

Taça da Liga: Fc Porto 4 - Académica 1: resumo


Taça da Liga: Fc Porto 4 - Académica 1


A Académica perdeu esta quarta-feira com o FC Porto por 4-1 numa partida que contou para a 4° jornada do Grupo D da Taça da Liga. Os "estudantes" marcaram por intermédio do júnior M'Bala já na etapa complementar, um golo que ainda deu algum alento para os comandados de Paulo Sérgio.

A Briosa entrava no Dragão a saber que ainda tinha legítimas esperanças de lutar pelo apuramento para a fase seguinte mas a verdade é que do outro lado Lopetegui não facilitou e colocou em campo alguns dos jogadores mais utilizados do plantel azul e branco. Foi precisamente por aí que se explica o resultado final com Jackson Martínez a provar o porquê de ser considerado um dos melhores jogadores do nosso campeonato. O colombiano assinou dois golos de brilhante execução técnica e durante a maior parte do encontro só recorrendo à grande qualidade individual dos portistas parecia ser possível furar a organização defensiva da Académica.

M'Bala ainda reduziu para 2-1 naquela que foi uma estreia de sonho para o avançado de 18 anos mas o FC Porto voltou a arregaçar as mangas e marcou por mais duas vezes, por intermédio de Gonçalo Paciência e de Evandro, este na cobrança de uma grande penalidade.

Com este resultado, a Briosa fica fora da competição, isto numa altura em que falta ainda um jogo por disputar, frente ao U. Madeira.

nº espectadores: 14 609 
Árbitro: Tiago Martins 
Crónica 

Madjer, Falcao, Jackson Martínez. O FC Porto tem mais um especialista no calcanhar. Um momento que se separa dos demais de um jogo demasiado fácil para o FC Porto e que serviu para cumprir calendário em competição. Meias-finais da Taça da Liga garantidas, com nota artística, desenhada no calcanhar de Jackson. 4-1 foi o resultado. Poderiam ser mais, tamanha a diferença entre as equipas.  
  
O segundo golo do FC Porto esta noite é uma obra à parte de um jogo que só agitou na última meia hora mas sempre com a mesma toada: tão fácil para os da casa. Um golaço de calcanhar a meia altura, a fazer lembrar Ibrahimovic. 
  
Não tem o peso de uma final da Champions, como Madjer; nem sequer de jogos com Atlético Madrid ou Benfica, como Falcao. Nem mesmo, aliás, como outro famoso calcanhar do mesmo Jackson, há dois anos, frente ao Sporting, neste mesmo Dragão. 
  
Mas é um momento que separa os bons dos notáveis. Jackson merece que a crónica do jogo comece por si porque foi o principal atrativo até sair de campo. Em boa hora, para os cerca de 14 mil adeptos que foram ao Dragão, Julen Lopetegui decidiu estreá-lo na Taça da Liga. Jackson fez o que sabe: respondeu com golos. 

Antes do momento mágico do minuto 59 (bem antes, aliás), já tinha colocado o FC Porto na frente. Foi aos cinco minutos, aproveitando um erro infantil de Aníbal Capela, que tentou fintar Ricardo, esta noite extremo, em zona proibida. Jackson recolheu, encarou a baliza e disparou. 
  
Se o FC Porto já era favorito, com um golo tão madrugador ficou como quis no jogo. Até porque, para a Académica pouco mudou. Paulo Sérgio montou o tradicional bloco baixo da grande maioria dos rivais no Dragão e nem a perder mudou uma linha. 
  
A primeira parte acabou por roçar o tédio porque o FC Porto controlou como quis mas, a vencer, nem precisou forçar muito. Ainda assim, para além do golo de Jackson, Tello, em duas fugidas pela esquerda poderia ter dado outro volume ao marcador. 
  
Gonçalo, em nome do pai 
  
O segundo tempo teve o tal golo de antologia de Jackson e foi bem mais interessante. Desde logo porque também Gonçalo Paciência, em mais um belo momento, entrou para a história do jogo. E do FC Porto. 
  
Como se de uma passagem de testemunho se tratasse, Jackson saiu, entrou o míudo da «cantera». E a resposta foi de craque. O filho de Domingos já marca de Dragão ao peito, escassos minutos depois de Mbala, outro miúdo, este da Académica, ter tentado dar a ideia que a Académica poderia tirar algo do jogo. Pura ilusão. 
  
Quanto ao golo de Gonçalo, o movimento é, de facto, delicioso. Recebe de Quintero, que mexeu muito com o jogo quando rendeu Campaña, veio da direita para o centro, dançou sobre João Real e disparou ao primeiro poste. Depois foi correr junto à linha lateral, puxar o braço atrás e erguer, triunfante, o indicador. Um festejo igual ao que o pai repetiu, dezenas de vezes, num estádio ali ao lado mas com o mesmo símbolo ao peito. Para os nostálgicos, claro. 

JACKSON foi a figura (Os Destaques) 
  
O 3-1 decidiu o que já estava decidido, mas Gonçalo, de novo a passe de Quintero, ainda ganhou um penalti que Evandro transformou no quarto golo. 
  
O FC Porto apura-se para as meias finais da Taça da Liga e só não se pode dizer que o resultado faz esquecer o Marítimo porque é, precisamente, o rival da Madeira que aí vem. O último obstáculo antes da final de uma competição que, não sendo prioritária, ninguém enjeita, pois claro. E se continuar a dar golos como o de Jackson ou momentos para jovens como Gonçalo Paciência sonharem, para quê ganhar de cara feia?

Destaques

A FIGURA: Jackson Martínez 

Uma vénia ao Cha Cha Cha. Uma vénia inteirinha pela magia naquele calcanhar que deu o segundo golo, aquecendo a fria noite do Dragão. Uma vénia para um goleador nato, que não joga a brincar. Depois da noite em branco na Madeira, partilhada por toda a equipa, voltou aos golos na estreia, esta época, na Taça da Liga. Até nem se esperava que fosse titular, mas, já que Lopetegui assim o decidiu, o avançado fez por justificar o lugar. Logo aos cinco minutos percebeu a asneira de Aníbal Capela, roubou-lhe a bola e marcou. Viu um amarelo por simulação quando, na verdade, foi mesmo tocado na área. Pouco depois desperdiçou, isolado, o que seria o segundo golo, mas guardou o lance de antologia para o segundo tempo. O público agradeceu, claro. 
  
O MOMENTO: um novo Paciência 

Minuto 74. O segundo golo de Jackson foi, sem dúvida, o mais bonito da noite, mas o mais simbólico foi mesmo o de Gonçalo. Está aí a rebentar um novo Paciência de azul e branco vestido. Já marca, já leva três jogos seguidos, aproveitando de forma brilhante a ausência de Aboubakar. O golo? Receção na direita, a passe de Quintero, baile sobre João Real e disparo ao primeiro poste. Para primeira amostra, está muito bom. 
  
A DESILUSÃO: Aníbal Capela 

Noite para esquecer. Um drible em local proibido deu a Jackson a oportunidade de abrir o marcador e já se sabe que o colombiano não é de fazer-se rogado. Mais tarde, já perto do intervalo, outra desconcentração permitiu que o mesmo Jackson lhe roubasse a bola na área. Precipitado rasteirou o portista. Valeu-lhe que Tiago Martins tenha transformado um penálti numa simulação do portista. 
  
OUTROS DESTAQUES

TELLO 
Merecia ter marcado. Voltou ao onze depois de ser suplente em Braga e na Madeira. Entrou dinâmico como quase sempre e perdulário como também tem vindo a ser habitual. Mais perigoso à esquerda do que à direita, teve no primeiro tempo duas ocasiões para marcar. Na primeira, num lance parecido com o que terminou no poste frente ao Marítimo, atirou cruzado mas Cristiano desviou com a ponta dos dedos. A outra foi menos flagrante e o remate saiu disparatado. No segundo tempo, fez-se notar em mais dois lances: remate em esforço, ao lado, quando poderia (deveria) ter encostado para o golo e pontapé em arco que Cristiano evitou que fosse parar à baliza. 
  
GONÇALO PACIÊNCIA 
Marcou (e um bom golo) e arrancou o penálti que Evandro converteu. À terceira oportunidade seguida mostrou o que vale. O Dragão vai ficar de água na boca, certamente. 
  
JOSÉ ÁNGEL 
Mais um bom jogo do lateral. Essa é, de resto, uma das suas principais virtudes: o nível exibicional não oscila muito. Continua tapado por Alex Sandro mas a mostrar que poe, a qualquer altura, saltar para o onze sem que a equipa trema. É solução, claro. 
  
QUINTERO 
Muito boa entrada em jogo, dinamizando bem mais do que Campaña o ataque portista. Foi uma espécie de abre-latas que ajudou a que a reta final fosse bem melhor do que o início. 
  
CRISTIANO 
Se a Académica não perdeu por mais a «culpa» é dele. Tello não ficou seu amigo, certamente, depois de lhe ter negado dois golos feitos…Mas também a Gonçalo Paciência e Ricardo levou a melhor, noutros lances. 

Opiniões

Julen Lopetegui analisou as prestações dos avançados Jackson Martínez e Gonçalo Paciência no rescaldo da goleada à Académica (4-1) que apura a equipa para as meias-finais da Taça da Liga: 
  
«Jackson? Estamos encantados que marque golos. É o nosso avançado titular e já pouco mais poderemos dizer. Nem é só pelos golos, mas também pela atitude que mostra em campo. A sorte só vem se trabalhares» 
  
«Com o Gonçalo estamos também encantados. É um jovem, da cantera, filho de um jogador importante, Domingos. Hoje conseguiu marcar e um penálti. Tem futuro, mas agora falta-lhe o mais difícil. Chegar é complicado, mas manter-se é mais difícil ainda. Mas agora só depende dele. Tem de trabalhar muito.»

Paulo Sérgio, treinador da Académica, em declarações no Estádio do Dragão, no final da pesada derrota sofrida frente ao FC Porto (4-1), para a Taça da Liga: 
  
«Tendo em conta os problemas no grupo, como lesões e jogadores na CAN, aproveitámos a Taça da Liga com outro propósito que está a ser alcançado. Gostei de ver o miúdo Pedro Nuno e outros como o Hugo Seco que tem jogado menos. Foi um jogo importante para eles. Resultado? Tivemos a infelicidade do erro a abrir o jogo que tranquilizou o FC Porto. Mas na nossa perspetiva, a dos jovens, penso que foi um dia ganho.» 
  
«Taça da Liga? Neste momento foi inoportuna, devido ao número de jogadores lesionados e aos que perdemos para a CAN. O sobrecarregar de alguns atletas também provocou lesões, como aconteceu com o Magique no último jogo. Estamos a tentar recompor-nos enquanto grupo para tentar abordar o que falta de campeonato da melhor maneira.» 
  
«Esgaio e Cissé? Quando os treinar vou falar deles.»

«Posicionámo-nos bem, defendemos com qualidade, mas com pouca agressividade. Não estamos a jogar contra um adversário qualquer, não nos podemos expor em demasia, com uma equipa inexperiente. Não merecíamos o avolumar do resultado, reconhecendo a justiça da vitória do Porto. Fomos vendo alguma coisa que nos agrada nesta Taça da Liga, com os jovens que lançámos.»

Aníbal Capela, central da Académica, em declarações a TVI, analisa a goleada sofrida no Dragão, para a Taça da Liga: 
  
«Sofremos um golo cedo, mas fomos sempre em busca do resultado. A prova disso é que o FC Porto fez o 2-0 mas nós ainda fizemos o 3-1. Procurámos arriscar mais um pouco, mas surgiu o terceiro golo do Porto.» 
  
[arriscaram tarde?] «Foi consoante aquilo que conseguimos fazer. Estamos a falar do FC Porto, uma equipa de grande qualidade, uma das melhores equipas a nível europeu.»

Gonçalo Paciência, jogador do FC Porto, em declarações à TVI, analisa a goleada à Académica (4-1), em jogo da Taça da Liga no qual se estreou a marcar pela equipa principal dos «dragões»: 
  
«É uma sensação especial. Há uma semana foi a estreia pela equipa principal, e agora fazer o golo foi importante.» 
  
[é um golo para lutar pelo «onze»?] «Sei que é muito difícil. Tenho dois grandes pontas de lança à frente, mas tento agarrar as oportunidades. Sou mais um para ajudar. Faço o meu trabalho diariamente, e tento ser mais um para ajudar. Estou aqui há catorze anos, sei o que o FC Porto é» 
  
[a quem dedica o golo?] «Pelo festejo deu para ver. Foi para o meu pai, por aquilo que ele é para mim»

Ao minuto 

90'FIM DO FC Porto, (4) - Académica, (1)
90'Cartão amarelo para Rafael Lopes.
90'Mais três minutos
90'Tello atira ao lado em excelente posição mas estava assinalado fora de jogo.
86'Está tudo decidido, claro...
81'GOOOOOOOOOOOOOOOOOLO (penálti) de Evandro.
79'Cartão amarelo para João Real. Tiago Martins assinala bem falta de João Real sobre Gonçalo Paciência.
79'PENALTY PARA O FC PORTO!
78'Entra Rafael Lopes (Académica)
78'Sai Marinho (Académica)
78'Mais uma mexida na Académica.
76'Cartão amarelo para Danilo.
75'Pormenor curioso: Gonçalo festejou o golo como o pai, Domingos, costumava fazer...
75'É a estreia a marcar de Gonçalo Paciência! Recebe de Ricardo na esquerda, dança em frente a João Real e dispara de pé esquerdo ao primeiro poste.
74'GOOOOOOOOOOOOOOOOOLO de Gonçalo Paciência.
74'CRISTIANO OUTRA VEZ! Ricardo sozinho na esquerda tenta o chapéu mas a bola não passa o corpo do guardião da Académica.
72'Contra-ataque rápido da Académica com Hugo Seco a fugir na esquerda e a centrar rasteiro. A bola passa Reyes e Mbala, sozinho, encosta para o golo.
71'GOOOOOOOOOOOOOOOOOLO de Mbala Nzola.
70'Entra B. Martins Indi (FC Porto)
70'Sai Marcano (FC Porto)
70'CRISTIANO! Mais uma defesa importante, agora negando o golo a Gonçalo Paciência.
68'Bom desarme de Reyes a Mbala travando contra-ataque da Académica que já ia na área.
67'Grande passe de Quintero, mas Tello não chega. Esticou-se todo o espanhol...
66'Entra Mbala Nzola (Académica)
66'Sai Rui Pedro (Académica)
66'Vai mexer Paulo Sérgio
61'Terceira oportunidade consecutiva para o míudo Gonçalo Paciência na equipa principal do FC Porto
61'Enorme ovação para Jackson, que, antes de sair, entrega a braçadeira a Helton.
61'Entra Gonçalo Paciência (FC Porto)
61'Sai Jackson Martínez (FC Porto)
61'Vai entrar Gonçalo Paciência
59'QUE GOLAÇO!
59'GOOOOOOOOOOOOOOOOOLO de Jackson Martínez.
59'Canto de Tello ao primeiro poste e Jackson, de calcanhar, a meia altura, atira para a baliza. Um golo para correr mundo.
57'Tello ganha canto na esquerda. Muito ativo o espanhol
56'Que mal! Ricardo Nascimento levanta para o segundo poste e não aparece ninguém...
55'Derrube de Ángel a Hugo Seco. Livre perigoso para a Académica, em jeito de canto curto.
54'Cartão amarelo para José Ángel.
52'Entra Quintero (FC Porto)
52'Sai Campaña (FC Porto)
52'CRISTIANO!! Era Tello outra vez! Grande remate de fora da área, ligeiro desvio de cabeça de João Real e voo de Cristiano a evitar o golo.
52'Vai entrar Quintero
49'TELLO! Boa jogada do FC Porto, com Ricardo a abrir em Jose Angel que cruza para o segundo poste onde Tello enche o pé, mas a bola sai ao lado. Poderia ter feito melhor.
48'Gonçalo Paciência, Indi e Quintero aquecem no FC Porto
46'Estão 14609 espectadores no Dragão. Números oficiais.
46'Recomeça o FC Porto - Académica
45'Vantagem natural do FC Porto, que marcou cedo e limitou-se a controlar. A Académica nunca indomodou.
45'Intervalo no FC Porto - Académica
45'INCRÍVEL JACKSON!! Contra-ataque do FC Porto após livre da Académica, Danilo abre no colombiano que se isola. Na cara de Cristiano, atira ao lado.
45'Cartão amarelo para Marcano.
44'MAL RICARDO! Entra na área e fica na cara de Cristiano mas sem ângulo. O centro sai demasiado largo.
42'Entra Ricardo Nascimento (Académica)
42'Sai R. Ofori (Académica)
41'Muitas dúvidas num lance na área da Académica! Jackson parece tocado, mas Tiago Martins considera simulação porque a queda, é certo, foi algo forçada. Mas há toque na perna do jogador...
40'Cartão amarelo para Jackson Martínez.
40'Prepara-se Ricardo Nascimento para entrar.
39'Sai mesmo na maca o lateral. Já não reentra.
39'Tiago Martins interrompe um contra-ataque do FC Porto para ordenar a entrada da maca. Ofori está muito queixoso.
36'A Académica dá um sinal! Ofori vai à linha e cruza a meia altura para o remate acrobático de Rui Pedro. Por cima.
32'Campaña parece ter, neste jogo, um raio de ação mais alargado do que Ruben Neves, que fica mais como trinco.
32'Danilo aproveita uma hesitação entre Ofori e João Real e dá a Ricardo que domina e remata por cima.
30'Mais um centro de Jose Angel, este direitinho para as mãos de Cristiano.
25'Angel trabalha na esquerda e centra tenso mas não aparece ninguém para deviar.
24'Ataque da Académica com Hugo Seco a encarar Marcano, mas nem canto consegue ganhar...
22'A Académica continua remetida à sua defensiva. O FC Porto troca a bola com toda a calma, até porque está a vencer.
18'FC Porto troca a bola como quer...
15'De novo Tello nas costas da defesa da Académica. O remate era difícil e sai ao lado.
14'Centro tenso de Tello, corte de Ofori para canto, mas estava assinalado fora de jogo a Jackson.
11'CRISTIANO! Grande abertura de Campaña para Tello que entra na área e remata cruzado. O guarda-redes desvia com a ponta dos dedos.
9'Lopetegui já trocou os extremos. Agora Ricardo na direita, a sua posição de origem, e Tello à esquerda.
8'Canto de Tello muito chegado à baliza. Cristiano tira em esforço.
7'Jose Angel dá em Campaña que tabela com Evandro e ganha canto.
5'Erro incrível de Aníbal Capela! Finta Ricardo em zona proibida e perde para Jackson que, depois, na cara de Cristiano não perdoa.
4'GOOOOOOOOOOOOOOOOOLO de Jackson Martínez.
4'A toada do encontro está definida: Académica em bloco baixo, FC Porto à procura de espaço para furar.
2'Ricardo começa como extremo esquerdo, estando Tello na direita.
1'Atraso de cabeça de Marcano para Helton. Estava apertado por Rui Pedro
1'Começa o FC Porto - Académica
0'O FC Porto começa por defender a baliza do lado dos Super Dragões. É assim que gosta de começar, de resto.
0'Tiago Martins é o árbitro do encontro. É o último internacional do futebol português, ainda em ano de estreia na Liga.
0'Equipamentos tradicionais: FC Porto de azul e branco, Académica de negro.
0'Entram as equipas no relvado.
0'Nas bancadas um grupo de estudantes, no que parece uma Praxe académica. Apesar de o jogo ser contra os «Estudantes» estão a apoiar o FC Porto, pelo que dá a entender
0'As bancadas parecem ainda menos compostas do que no desafio com o União da Madeira.
0'Terminou o aquecimento portista.
0'FC Porto e Académica sobem ao relvado para aquecer. Não há aplausos porque...o estádio praticamente não tem público.
0'Helton, guarda-redes do FC Porto, e Cristiano, guarda-redes da Académica,já aquecem.
0'O Estádio do Dragão está praticamente deserto a cerca de 40 minutos no início do jogo. Bilhetes a preços convidativos não chegam para convencer os adeptos para um jogo da Taça da Liga a meio da semana, em janeiro.
0'A equipa de Paulo Sérgio ainda pode chegar às meias-finais, mas para isso não pode perder esta noite.
0'Já a Académica muda sete jogadores em relação à equipa que perdeu em Alvalade no domingo.
0'Lopetegui faz nove mudanças em relação à derrota na Madeira. Ficam apenas Danilo e Jackson.
0'Suplentes da Académica: Fábio Santos, Obiora, Ricardo Nascimento, Mbala, Rafael Lopes, Hugo Ribeiro e Fernando Alexandre.
0'ACADÉMICA: Cristiano; Jimmy, João Real, Aníbal Capela e Ofori; Nuno Piloto, Pedro Nuno e Lucas Mineiro; Hugo Seco, Rui Pedro e Marinho.
0'JÁ HÁ ONZE DA ACADÉMICA!
0'Suplentes do FC Porto: Ricardo Nunes, Martins Indi, Herrera, Oliver, Quaresma, Quintero e Gonçalo Paciência
0'FC PORTO: Helton, Danilo, Reyes, Marcano e Jose Angel; Campaña, Ruben Neves e Evandro; Ricardo, Jackson e Tello
0'JÁ HÁ ONZE DO FC PORTO!
0'As perspetivas são, por isso, excelentes para a Julen Lopetegui e para uma equipa que quer esquecer o desaire na Madeira que poderia ter comprometido o campeonato.
0'Uma vitória vale, automaticamente, o apuramento aos dragões, mas até o empate pode chegar, dependendo dos outros resultados. Aliás, nem a derrota elimina logo o FC Porto.
0'Boa noite. O FC Porto pode assegurar esta noite a passagem às meias finais da Taça da Liga se vencer a Académica em jogo marcado para as 20h45.
Acompanhe aqui o AO MINUTO deste jogo dia 28 Jan 2015 às 20:45


Outros

Briosapress saúda Mbala Nzola pelo seu primeiro jogo e primeiro golo pela equipa principal da Briosa. Parabéns!

28 de janeiro de 2015

João Pinho em negociações com a Académica

O guarda-redes da Oliveirense, um dos jovens destaques do segundo escalão do futebol português, pode estar próximo de reforçar a equipa conimbricense.

Segundo apurou o zerozero.pt, o clube de Coimbra encetou conversações com o atleta com vista à sua mudança para a Cidade do Conhecimento, naquele que poderá ser um salto na carreira do jovem guardião.

Com 22 anos, João Pinho é formado no clube de Oliveira de Azeméis e tem-se afirmado na equipa principal, tanto que é já um jogador com mais de 100 jogos pela Oliveirense.

Do lado da Académica, tratar-se-á de um reforço para uma baliza que não tem sido constante. Cristiano começou a época, só que Paulo Sérgio decidiu apostar em Lee na partida contra o Benfica e a verdade é que o brasileiro não tem sido totalmente feliz, numa equipa que está numa situação delicada, no que à classificação diz respeito.

A Oliveirense, que luta pela subida de divisão, poderá contar com Ricardo Ribeiro, antigo jogador de Moreirense e Estoril, que joga atualmente no Académico de Viseu, mas que não tem sido opção inicial.

in zerozero 

27 de janeiro de 2015

Académica vs Marítimo: Bilhetes à venda

Já se encontram à venda os bilhetes para o jogo entre a Académica e o Marítimo, da 19ª jornada da Primeira Liga, um encontro agendado para este domingo, dia 1 de Fevereiro, pelas 16:00, no Estádio EFAPEL Cidade de Coimbra.

A Briosa procura o regresso às vitórias e todo o apoio é fundamental para que a nossa equipa conquiste os três pontos!

Os ingressos já estão à venda na Loja do Sócio, no Estádio EFAPEL Cidade de Coimbra e na Loja Oficial da Briosa, no Dolce Vita Coimbra.

Refira-se que os sócios que não são portadores de bilhete de época poderão assistir ao duelo entre a Académica e os insulares por 5 euros. Confira a tabela abaixo publicada onde pode consultar o preçário para o jogo da 19ª jornada!

Como já percebeu, ser Sócio da Briosa, para além de ser um orgulho, garante-lhe também vantagens enormes no que respeita às condições que lhe são proporcionadas para ver os "estudantes" em acção. Ser sócio da Académica torna tudo mais fácil e económico! Se ainda não é, não perca tempo e torne-se já hoje associado da mágica Briosa carregando aqui. Se já for sócio, mais económico ainda é adquirir o Lugar Anual 2014/2015. Para mais informações clique aqui. 

Não fique em casa e apoie os "estudantes" do princípio ao fim. A sua presença é fundamental até porque a Briosa é a Paixão que nos Move!!!

Força Académica!


Confira o preço dos bilhetes (Planta virtual do Estádio): 

Sócios com bilhete de época (pack 12 jogos incluído) Entrada gratuita
Sócios sem bilhete de época 5 €
Bancada Norte - Zona Visitante 10 €
Público - Bancadas Centrais Inferiores 20 €
Público - Bancada Poente Superior 25 €

Cisse e Esgaio chegam em empréstimo do Sporting

O Sporting emprestou Ricardo Esgaio e Salim Cissé à Académica. Em comunicado, os leões revelam ter chegado a acordo com os estudantes para esta cedência até final da época.

O emblema de Alvalade salienta, no entanto, que «no caso de Ricardo Esgaio, o empréstimo tem início a partir do dia 29 de janeiro».

Na nota, o Sporting diz ainda que «deseja os melhores sucessos pessoais e profissionais a Ricardo Esgaio e Salim Cissé».

Esgaio, de 21 anos, terá a primeira experiência fora do clube verde e branco, enquanto que Cissé regressa a um clube que representou antes de se mudar para Alvalade.

O emblema verde e branco continua, deste modo, a arrumar a casa. Fokobo e Iuri Medeiros (Arouca), e Filipe Chaby (União da Madeira) já tinham sido colocados a rodar em outros clubes.



in zerozero

Académica e Schumacher acertam rescisão

A Gerência da AAC/OAF SDUQ, Lda vem por este meio informar que chegou a acordo para a rescisão, de forma amigável, do contrato de trabalho do jogador Thiago Santos.

A rescisão de contrato entre a AAC/OAF e Thiago Santos resulta de questões única e exclusivamente de índole pessoal e familiar.

  


Thiago Santos, conhecido no mundo do futebol por Schumacher, chegou a Coimbra no início da presente temporada tendo participado em 15 jogos pela Briosa no campeonato, 7 deles como titular. Nos registos conta ainda um golo frente ao Estoril, em jogo da quinta jornada da Primeira Liga.

A Gerência da AAC/OAF SDUQ, Lda deseja ao jogador o maior sucesso pessoal e profissional para o seu futuro.

in AAC-OAF 

Depois de umas valentes horas de copos com os seus amigalhaços e à saída dum estabelecimento de diversão nocturna pelas 6.00 da manhã, Schumacher foi confrontado por um e apenas um enorme academista! Numa provável troca de palavras, Schumacher decide ameaçar e apertar os colarinhos a este adepto e sócio da Académica... Esta é a razão que levou à rescisão do contrato. Nada está acima dos sócios, nada!! Que sirva de exemplo a todos os adeptos e principalmente a todos os jogadores menos profissionais.
Não tenham medo quando virem jogadores menos profissionais, tirem fotos e confrontem-os.
in https://www.facebook.com/aacbriosa?fref=ts 

Taça da Liga - Fc Porto - Académica: Convocados

A Académica atravessa um período difícil no que diz respeito a lesões e por isso mesmo, Paulo Sérgio integra dois juniores nos convocados para o jogo no Dragão, marcado para as 20h45 desta quarta-feira.

Aderlan, Iago, Ivanildo, Magique, Marcos Paulo e Schumacher estão lesionados, Oualembo e Edgar Salli ausentes devido à participação das suas seleções na Taça das Nações Africanas.

Face a estas oito ausências, o treinador Paulo Sérgio convocou o defesa Hugo Ribeiro e o avançado M´Bala Nzola para o desafio com o FC Porto, do grupo D da Taça da Liga.

Carlos Olascuaga e o guarda-redes Lee ficam de fora por opção.

Consulte os nomes que vão a jogo! A lista contempla 18 jogadores:

Guarda-redes: 1- Cristiano; 24- Fábio Santos;

Defesas: 3- Aníbal Capela; 5- Ricardo Nascimento; 13- João Real; 34- Hugo Ribeiro; 37- Ofori;

Médios: 4- Obiora; 8- Jimmy; 20- Rui Pedro; 27- Pedro Nuno; 28- Nuno Piloto; 65- Fernando Alexandre; 92- Lucas Mineiro;

Avançados: 7- Marinho; 18- M´Bala; 30- Rafael Lopes; 77- Hugo Sêco.

FC Porto vs Académica: Antevisão de Pedro Nuno

2014/15 - 19J - Académica - Marítimo: Árbitro

Lista de árbitros nomeados:

I Liga, 19.ª jornada:

- Sexta-feira, 30 jan:

Sporting de Braga -- Moreirense -- Artur Soares Dias (Porto).

- Sábado, 31 jan:

Benfica -- Boavista -- Hugo Miguel (Lisboa).

Nacional -- Belenenses -- Rui Costa (Porto).

Penafiel - Vitória de Guimarães -- Bruno Paixão (Setúbal).

- Domingo, 01 fev:

Rio Ave - Estoril-Praia -- Bruno Esteves (Setúbal).

Académica -- Marítimo -- Manuel Oliveira (Porto).

Gil Vicente - Vitória de Setúbal - Vasco Santos (Porto).

Arouca -- Sporting -- Jorge Ferreira (Braga).

FC Porto - Paços de Ferreira -- Marco Ferreira (Madeira).

26 de janeiro de 2015

Taça da Liga: Fc Porto - Académcia: árbitro

O Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol divulgou, esta segunda-feira, as nomeações da 4.ª jornada dos Grupos C e D da Taça da Liga, agendada para a próxima quarta-feira, dia 28.

Nomeações:

Grupo C
Sporting – V Setúbal, Manuel Mota (Braga)
Boavista – V. Guimarães, Jorge Sousa (Porto)

Grupo D
FC Porto - Académica, Tiago Martins (Lisboa)
União - Rio Ave, Jorge Sousa (Porto)

Briosa já prepara jogo com o FC Porto


A Académica voltou, na manhã desta segunda-feira, ao trabalho para começar a preparar o jogo com o FC Porto, relativo à 4.ª jornada do Grupo D da Taça da Liga, e que está agendado para as 20.45 horas da próxima quarta-feira, no Estádio do Dragão.

Na sessão matinal de hoje, que decorreu à porta fechada, no Estádio Cidade de Coimbra, e além de Oualembo (Congo) e Edgar Salli (Camarões), que estão ao serviço das respetivas seleções no Campeonato Africano das Nações, Paulo Sérgio esteve ainda privado de mais seis elementos, todos eles entregues ao departamento médico.

Aderlan (microrrotura na face anterior da coxa direita), Schumacher (microrrotura na face posterior da coxa direita), Ivanildo (recupera de cirurgia ao quinto metatarso do pé direito), Iago (traumatismo num pé), Marcos Paulo (traumatismo num pé) e Magique (rotura muscular na coxa direita) são os lesionados do plantel.

Esta terça-feira, pelas 10 horas, os estudantes voltam a treinar, desta feita na Academia do clube, sendo que 30 minutos antes um jogador estará na sala de Imprensa para fazer a antevisão da partida com os dragões.

in abola 

25 de janeiro de 2015

2014/15 - 18J - Sporting 1 - Académica 0: resumo

2014/15 - 18J - Sporting 1 - Académica 0






nº espectadores: 37 764
árbitro: Rui Costa

Crónica 

Foi preciso recorrer a um duplo japonês (uma vez mais) para que o Sporting superasse a luta do costume. Uma luta contra si próprio, diga-se. Contra as dificuldades para encontrar alternativas ao jogo exterior, que deixa cair o futebol leonino na previsibilidade, que dá algum conforto aos adversários. 

A equipa leonina teima em deixar adormecer os jogos, sobretudo em casa, onde perdeu mais pontos, e a jogar a meio da tarde sentiu-se ainda mais tentada para uma sesta interrompida à cabeçada. Foi de cruzamento que o Sporting chegou ao triunfo, com um golo de João Mário, mas só depois de aumentado o poder de fogo na área, com a entrada de Tanaka, novamente influente. 

O Sporting chegou ao intervalo com perto de uma dezena de remates, mas Lee não fez qualquer defesa na primeira parte (Rui Patrício muito menos), o que acaba por ser algo elucidativo das dificuldades leoninas em ataque organizado. 

A equipa da casa até criou algumas boas ocasiões, neste período, mas três delas nem chegaram à baliza: um remate de Carrillo que foi contra Fernando Alexandre (2m), um de William intercetado por Capela (34m), e uma jogada em que Nani descobre Carrillo na área e este tenta servir Montero, mas o mesmo Capela aparece pelo meio e corta (12m). 

A melhor ocasião leonina da primeira parte foi, por isso, um cabeceamento de Montero por cima, após cruzamento da direita, num lance em que o colombiano podia ter feito melhor (8m). 

As inúmeras tentativas com remates de longe, pouco ou nada incomodativas para Lee, foram também um sinal das dificuldades do Sporting para encontrar alternativas ao jogo exterior. Sem nunca conseguir entrar pela zona central, a equipa de Marco Silva limitava-se a mudar o jogo de um flanco para o outro, mas permitindo à Académica que oscilasse de forma algo tranquila, cómoda até. 

Tanaka volta a ser influente 

Talvez por ter estado 45 minutos sem incomodar Lee, o Sporting decidiu testar a atenção do guarda-redes da Académica logo no pontapé de saída da segunda parte, com um remate de William, de meio-campo. 

A verdade é que, mesmo com um remate perigoso de Adrien pouco depois (53m), o Sporting transportou para a segunda parte as mesmas dificuldades. Isto até à dupla substituição realizada por Marco Silva ao minuto 66. 

Com Carlos Mané no lugar de Carrillo, mas sobretudo com Tanaka a juntar-se a Montero no ataque (saiu Adrien), a equipa leonina baralhou a organização defensiva da Académica, e acabou por chegar ao golo dez minutos depois. 

Para além da dupla de avançados também João Mário decidiu aparecer na área após cruzamento de William, criando uma situação de superioridade numérica que foi fatal para os centrais da Académica. Lee ainda defendeu o primeiro cabeceamento de Tanaka, mas depois João Mário marcou mesmo. 

E se até então a Académica tinha sido completamente inofensiva em termos ofensivas, estranho seria ver isso alterar-se nos minutos finais, ainda que o nervosismo sportinguista tenha dado, aqui e ali, alguma esperança à formação visitante.

Destaques 

A figura: William Carvalho 
O papel de médio defensivo não o impediu de ser o jogador que mais procurou marcar o ritmo da equipa. Explorou os passes verticais dentro do possível, e tentou incutir velocidade às mudanças de flanco, funcionando como pêndulo da equipa. Foi a exibição mais sólida do Sporting, coroada com o cruzamento que dá origem ao golo decisivo. 

O momento: minuto 73 
William aparece pela meia-direita, levanta a cabeça e cruza para a área, onde surge Tanaka. O japonês cabeceia sem saltar, entre os centrais, e vê Lee negar-lhe o golo, mas depois João Mário cabeceia para a baliza. Ainda no chão, o guarda-redes da Académica tenta o milagre, mas não consegue evitar o golo. João Mário garante assim o triunfo leonino, o quinto consecutivo na Liga, numa série de nove jogos sem perder. 

Outros destaques: 

Aníbal Capela 

Exibição muito sólida do central português, que até teria sido o melhor em campo, não fosse o golo de João Mário. Pelo efeito desse tento no marcador, mas sobretudo pelas responsabilidades que podem ser imputadas aos centrais da Académica, no lance. A entrada de um segundo avançado (Tanaka) baralhou as marcações, e no lance do golo também João Mário apareceu na área. Mas tirando isso a exibição de Aníbal Capela foi muito positiva, liderando a organização defensiva da Académica. Destaque para dois cortes providenciais na primeira parte, a intercetar um remate de Carrillo (2m) e a impedir que um passe lateral do peruano chegasse a Montero, à boca da baliza (12m). 

Nani e Carrillo 
O sucesso ofensivo do Sporting está muito dependente dos dois extremos, que estão associados às melhores jogadas mas que, ainda assim, mostraram-se algo intermitentes. Nani e Carrilo quase nunca conseguiram alargar a sua influência ao espaço interior, o que permitiria também abrir o corredor para a subida dos laterais (sobretudo Jefferson). E se é sabido que a capacidade técnica de Nani pode sempre fazer a diferença, por vezes o internacional português também prende demasiado a bola, à espera de atrair o adversário direto, quando o mais útil seria dar velocidade à circulação de bola. 

Tanaka 
Não marcou, mas voltou a ser influente, com a cabeçada que obriga Lee a defesa apertada, proporcionando-se depois a recarga de João Mário. O avançado japonês continua a aproveitar as oportunidades que Marco Silva lhe dá, e mostrou serviço num dia em que Montero esteve muito apagado.

Opiniões 

Marco Silva, treinador do Sporting, analisa a vitória sobre a Académica (1-0): 

«Foi uma vitória totalmente justa. O Rui (Patrício) não fez uma única defesa o jogo todo. Só houve um caudal no jogo: nós à procura do golo, e a Académica a defender como podia.»

«Não conseguimos marcar cedo, e tivemos ocasiões claras logo no início. Se marcamos o jogo fica diferente, a Académica tem de vir para a frente e a tendência é avolumar o resultado. Nunca perdemos a paciência e fomos premiados já na segunda parte. Um 1-0 é escasso para o que foi o jogo. Podíamos ter marcado mais, mas o importante foi a conquista dos três pontos.»

[sobre as dificuldades frente a equipas fechadas] «É uma realidade, mas não somos só nós. Quando enfrentamos uma equipa que joga só na sua área, que não tenta discutir o jogo…enquanto o primeiro golo não entra o jogo torna-se assim. Na semana passada marcámos cedo e o jogo desenrolou-se de outra maneira. Importa não perder a paciência, não perder a mobilidade e a determinação. Mas seria bom ter jogos sempre assim difíceis mas no final somar os três pontos. E não só somar, como também justificar a vitória.»
Com a vitória sobre a Académica (1-0), neste domingo, o Sporting passou a somar 39 pontos na Liga. Mais um ponto do que tinha na época anterior, cumpridas as mesmas 18 jornadas, conforme lembrou Marco Silva após o encontro com a Briosa:

«É óbvio que os nossos adversários fizeram uma 1ª volta melhor, mas há pouco soube que temos mais pontos do que o ano passado, por esta altura. Nunca entrei em comparações, vocês é que referem isso, mas os nossos adversários é que têm muito mais pontos do que tinham na época passada. Perdemos alguns pontos importantes em casa, mas temos de pensar jogo a jogo. O nosso foco está no Arouca agora. Não pensamos muito nos adversários. Não há jogos fáceis, como ficou demonstrado. Queremos demonstrar aquilo que foi a primeira volta, sabendo que não é fácil.»

Paulo Sérgio, treinador da Académica, analisa a derrota em Alvalade (1-0): 

«Tínhamos uma estratégia clara, de impedir que o Sporting criasse jogo, na tentativa de explorar algumas situações de contra-ataque. Não levamos daqui ponto nenhum por causa de um detalhe. A equipa mostrou organização defensiva, mas cometeu um erro naquele lance, que deixa o Tanaka cabecear sozinho. A equipa bateu-se bem, ainda tentou uma reação no fim, e não concedeu muitas ocasiões ao Sporting. Fica este amargo de boca, por não termos conseguido algo positivo no final.»

[sente que a equipa ainda tem condições para, com a sua liderança, continuar no escalão principal?] «Já falei disso o suficiente nas últimas semanas. Nem que a Académica tivesse ganho aqui resolvia o seu problema. Traçámos determinados objetivos no início da época, e temos de os reformular. Já o fizemos, e vai ser uma luta para manter a Académica na Liga, mas acredito que vamos conseguir. O cenário é difícil, temos gente na CAN que faz falta, gente lesionada que nos faz falta. Na semana passada perdemos o Ivanildo, e agora perdemos o Magique.»

[sobre as lesões] «O Magique terá feito um problema com alguma gravidade. Foi um pique explosivo, e acredito que o tenha perdido por algumas semanas. O Iago jogou em sacrifício, tem um problema num tornozelo há algumas semanas. Tem sido um campeão a suportar a dor. É um central de raiz que tem feito o sacrifício de jogar na direita, pois temos um lateral na CAN e o outro na fase final de recuperação de uma lesão.»

[pensa que a estratégia funcionou, mesmo tendo em conta que a Académica praticamente não criou nenhuma ocasião?] «Ainda antes de o Sporting ter conquistado qualquer canto, tínhamos conquistado três. Essas bolas levaram algum perigo à baliza do Sporting. Tivemos uma reação positiva no final. Quando pensávamos mudar algo, perdemos o Magique e ficámos limitados. Um ponto era muito importante. A equipa não colocou nenhum autocarro na área. Se me pergunta se saímos com a qualidade que queria, e as vezes suficientes, respondo que não. Mas é mérito do Sporting.»

João Real, defesa da Académica, em declarações à Sport tv após a derrota frente ao Sporting em Alvalade, por 1-0: 

«Vínhamos com a estratégia definida, sabendo que iríamos passar grande parte do tempo sem a posse de bola, pois o Sporting tem grande qualidade. Queríamos também tentar sair em transições rápidas, algo que não conseguimos, pelo que o Sporting acabou por ganhar bem». 

[Regresso após lesão] «Quero sempre ajudar a equipa, mas tive um contratempo físico, que me impediu de jogar durante muito tempo. No entanto, agora quero jogar e contribuir para tirar a Académica da situação em que está».

Ao minuto 

90'FIM DO Sporting, (1) - Académica, (0)
Vitória sofrida de um Sporting que revelou os problemas habituais, mas que garantiu três pontos com um golo de João Mário, aos 73 minutos. Nono jogo consecutivo sem perder, na Liga, e quinta vitória consecutiva na prova, para a equipa de Marco Silva.
90'Remate ao lado de Rafael Lopes
90'Cartão amarelo para Nani. Falha Arouca e fica livre para jogar o dérbi.
90'Cinco minutos de compensação...
88'Entra Miguel Lopes (Sporting)
88'Sai Jefferson (Sporting)
84'Entra Rui Pedro (Académica)
84'Sai Iago Santos (Académica)
83'Remate torto de Montero.
80'Nani aparece solto na área, pela esquerda, e tira um defesa da frente, mas depois tenta o golo bonito e oferece a bola a Lee.
76'GOOOOOOOOOOOOOOOOOLO de João Mário.
William cruza da meia-direita, Tanaka cabeceia para bela defesa de Lee, e depois João Mário marca na recarga, também de cabeça.
72'Entra Marcos Paulo (Académica)
72'Sai N. Obiora (Académica)
71'Nani atira por cima, de livre direto!
69'Cartão amarelo para Fernando Alexandre.
68'AGORA SIM, LEE TEVE DE APLICAR-SE!!! Cédric remata de longe, ao ângulo superior direito, e o guarda-redes da Académica defende a dois tempos.
66'Entra Carlos Mané (Sporting)
66'Sai Carrillo (Sporting)
66'Entra J. Tanaka (Sporting)
66'Sai Adrien Silva (Sporting)
64'Jefferson cobra um livre na direita e aponta ao poste contrário, mas a bola sai ao lado.
63'Cartão amarelo para Nuno Piloto.
60'37.764 espectadores em Alvalade
59'Entra Mineiro (Académica)
59'Sai G. Magique (Académica)
57'Entram duas macas em campo...
57'Magique conduz a bola pela direita e cai sozinho, agarrando-se de imediato à perna. Paulo Sérgio mete as mãos na cabeça. Substituição forçada a caminho...
53'Remate de Cédric na direita e remate com estilo de Adrien, mas ligeiramente ao lado.
50'Cartão amarelo para R. Ofori.
48'Cartão amarelo para Iago Santos.
46'William remata logo do pontapé de saída, mas Lee agarra com facilidade. É a primeira defesa do guarda-redes da Académica, ainda assim.
46'Recomeça o Sporting - Académica
45'Intervalo no Sporting - Académica
O Sporting dominou, levou o jogo para o meio-campo contrário, mas não foi propriamente asfixiante, embora tenha criado duas ou três boas ocasiões. A equipa leonina continua a ter problemas com o jogo interior, e limita-se a rodar o jogo de um flanco para o outro, mas a uma velocidade que permite ao adversário acompanhar esse movimento de forma algo cómoda.
44'Cartão amarelo para Adrien Silva.
42'Remate de Adrien para a bancada! Para o anel inferior, mas para uma filas mais acima.
41'Fernando Alexandre cai na área, em disputa de bola com Adrien, que cai logo a seguir. O árbitro entende que houve falta do médio leonino...
35'Remate de longe, de Paulo Oliveira, a passar ligeiramente por cima.
34'Capela interceta o remate de William!!! Cheirava a golo!! Livre largo de Jefferson, Tobias ganhou nas altura e após um ressalto a bola sobrou para William, que rematou forte, mas o central deu o corpo à bola e intercetou o remate.
30'Cédric cruza da linha de fundo mas Capela corta.
28'João Mário tabela com Montero e remata de fora da área, mas ao lado.
25'Bom corte de Tobias. Magique cruza da direita, Ofori amortece de cabeça ao segundo poste, mas o central leonino antecipa-se a Rafael Lopes e corta.
19'Tobias tenta a sorte de muito longe, mas atira para a bancada.
15'Outra vez Patrício a afastar a soco um canto de Nascimento.
14'Tobias tenta o corte de calcanhar mas cede canto...
12'Grande abertura de Nani para Carrillo, no lado esquerdo da área, e o peruano tenta servir Montero à boca da baliza, mas Capela interceta o passe.
11'Montero cabeceia por cima, após canto de Nani na direita. Agora era dificil fazer melhor: a bola vinha muito pingada, e o colombiano saltou nas costas do marcador.
9'Piloto cobra um livre na esquerda mas Patrício ganha nas alturas.
8'FALHA MONTERO!!! Carrillo cruza da direita e o colombiano surge solto na área, para o mergulho, mas o cabeceamento sai por cima!
7'Canto de Ricardo Nascimento na direita e Patricio a afastar com um soco.
5'Falta de Tobias sobre Rafael Lopes, a meio-campo. O avançado segurou a bola para permitir a subida da equipa.
2'Remate de Carrilo contra Fernando Alexandre!! Boa abertura de William para Cédric, que cruzou atrasado para o remate do peruano.
1'Começa o Sporting - Académica
0'Um minuto de silêncio em memória de Miguel Galvão Teles, antigo presidente da mesa da assembleia-geral do Sporting
0'Aí estão as três equipas em campo. Vai começar!
0'O aquecimento está terminado. O jogo começa dentro de dez minutos...
0'Suplentes: Cristiano, Marinho, Jimmy, Rui Pedro, Marcos Paulo, Hugo Sêco e Lucas Mineiro
0'ACADÉMICA: Lee; Iago, Capela, João Real e Ricardo Nascimento; Nuno Piloto, Fernano Alexandre, Obiora e Ofori; Magique e Rafael Lopes
0'Suplentes: Marcelo Boeck, André Martins, Miguel Lopes, Tanaka, Rosell, Sarr e Mané
0'SPORTING: Patrício; Cédric, Paulo Oliveira, Tobias, Jefferson; William, Adrien e João Mário; Carrillo, Montero e Nani
0'JÁ HÁ EQUIPAS...
0'O Sporting não divulgou a lista de convocados, no entanto. É uma política englobada no «blackout» que foi decretado há um mês.
0'Marco Silva, treinador do Sporting, volta a contar com Adrien, que falhou a última jornada devido a castigo. Maurício também falhou o jogo com o Rio Ave por estar suspenso, mas foi transferido esta semana para a Lazio. O Sporting contratou outro central, também brasileiro. Ewerton, recrutado ao Anzhi e antes representou o Sp. Braga, ainda não entra nas contas do técnico leonino.
0'CONVOCADOS DA ACADÉMICA: Cristiano, Fábio Santos e Lee; Aníbal Capela, Ricardo Nascimento, João Real, Iago e Ofori; Obiora, Jimmy, Rui Pedro, Marcos Paulo, Pedro Nuno, Nuno Piloto, Fernando Alexandre e Lucas Mineiro; Marinho, Magique, Rafael Lopes e Hugo Sêco
0'Para este jogo Paulo Sérgio não conta também com Aderlan, Schumacher e Ivanildo, que estão lesionados.
0'Esta é a primeira vez que Paulo Sérgio regressa a Alvalade depois de ter treinado o Sporting. O técnico esteve no estrangeiro depois: Hearts, Cluj e Apoel.
0'O Sporting continua privado de Slimani, que está na CAN, mas a Académica também tem Oualembo e Salli na prova africana.
0'Na primeira volta, mais concretamente na ronda inaugural, Sporting e Académica empataram a uma bola em Coimbra. Os leões marcaram primeiro, por Carrillo (15m), mas consentiram o empate ao minuto 90, apontado por Rafael Lopes, numa altura em que a Académica estava em superioridade numérica, pela expulsão de William Carvalho (66m)
0'O relvado de Alvalade está a ser regado ainda antes do aquecimento. É provável que momentos antes do apito inicial a cena se repita.
0'A Académica aproveitou a Taça da Liga para conquistar uma vitória, treze jogos depois, mas no campeonato não vence desde 28 de setembro, naquele que foi, de resto, o único triunfo na prova até ao momento.
0'O Sporting fechou um ciclo de oito vitórias consecutivas, mas na Liga soma oito jogos sem perder, quatro vitórias consecutivas.
0'Curiosamente, ambas as equipas interromperam ciclos nos jogos da Taça da Liga. Mas foi um ponto e vírgula em histórias diferentes...
0'A Académica está na antepenúltima posição, com doze pontos.
0'O Sporting é terceiro classificado da Liga, com 36 pontos. Pode reforçar essa posição, de resto, já que o Vitória de Guimarães empatou em casa com o Gil Vicente.
0'Boa tarde! O Sporting recebe a Académica em jogo da 18ª jornada da Liga. O apito inicial está marcado para as 16 horas (e esta, hein?!), e o MAISFUTEBOL conta-lhe tudo AO MINUTO! Fique ligado!
Acompanhe aqui o AO MINUTO deste jogo dia 25 Jan 2015 às 16:00

Outros


Ivanildo vai parar durante seis semanas

O azar bateu à porta de Ivanildo. O esquerdino fraturou o quinto metatarso do pé direito, razão pela qual foi ontem submetido a uma intervenção cirúrgica.

Ivanildo (foto ASF)

Agora, o número 10 vai iniciar um período de recuperação, e estará inativo dos relvados nas próximas seis semanas. «Há que encarar estes problemas com coragem e determinação», referiu este sábado Paulo Sérgio.

in abola 

Sporting-Académica (antevisão): o que vem depois de um ponto e vírgula?

A Taça da Liga ofereceu um contraste relativamente aos resultados recentes

O MOMENTO

Sporting
O bom momento leonino teve uma espécie de ponto e vírgula na Taça da Liga, com uma derrota frente ao Belenenses que interrompeu um ciclo de oito vitórias consecutivas. Se tivermos em conta apenas a Liga o texto continua em desenvolvimento, com quatro triunfos consecutivos e oito jogos sem perder.

Académica
Com a Briosa sucedeu precisamente o oposto. A Taça da Liga serviu para colocar um ponto final num ciclo negativo, de treze jogos sem vencer, com um triunfo frente ao Rio Ave. No que diz respeito à Liga, que até começou com uma moralizadora igualdade frente ao Sporting, a Académica não vence desde 28 de setembro. É, de resto, o único triunfo na prova.

AUSÊNCIAS

Sporting: Slimani está na CAN

Académica: Aderlan, Schumacher e Ivanildo estão lesionados; Oualembo e Salli estão na CAN

DISCURSO DIRETO

Marco Silva: o Sporting está em «blackout»

Paulo Sérgio: «Vai ser uma tarefa bastante difícil, mas procurámos montar uma estratégia para um bom resultado. Quando o fazemos é sempre à procura dos três pontos. Sabemos da qualidade de jogo do Sporting, da valia dos seus atletas, mas, com a nossa união, determinação, e, sendo responsáveis, temos fé de que podemos interromper essa série fantástica. Já o conseguimos na primeira jornada, e vamos com convicção de que pode ser possível.»

HISTÓRICO DE CONFRONTOS
Esta será a 63ª vez que o Sporting recebe a Académica para o campeonato, e venceu em 46 ocasiões. Refira-se no entanto, que a Briosa conseguiu empatar nos últimos dois anos, e nas última seis visitas conseguiu dois empates e uma vitória.

EQUIPAS PROVÁVEIS

SPORTING


Outros convocados: a lista não foi divulgada

ACADÉMICA


Outros convocados: Cristiano, Fábio Santos, Aníbal Capela, Jimmy, Pedro Nuno, Lucas Mineiro, Marinho, Rafael Lopes e Hugo Sêco

Sporting vs Académica: Lista de convocados

O treinador da Académica, Paulo Sérgio, divulgou este sábado a lista de convocados para o jogo frente ao Sporting.

O embate diante os leões conta para a 18ª jornada da Primeira Liga e será disputado este domingo, pelas 16:00, no Estádio José de Alvalade.


Consulte os nomes que vão a jogo! A lista contempla 20 jogadores:

Guarda-redes: 1- Cristiano; 24- Fábio Santos; 32- Lee;

Defesas: 3- Aníbal Capela; 5- Ricardo Nascimento; 13- João Real; 14- Iago; 37- Ofori;

Médios: 4- Obiora; 8- Jimmy; 20- Rui Pedro; 21- Marcos Paulo; 27- Pedro Nuno; 28- Nuno Piloto; 65- Fernando Alexandre; 92- Lucas Mineiro;

Avançados: 7- Marinho; 11- Magique; 30- Rafael Lopes; 77- Hugo Sêco.

Sporting vs Académica: Antevisão de Paulo Sérgio

23 de janeiro de 2015

Grupo de adeptos invade treino

O treino da manhã desta terça-feira ficou marcado por um incidente entre o grupo de trabalho e cerca de 15 adeptos que, mesmo sendo uma sessão realizada à porta-fechada, entraram na academia e dirigiram-se para as imediações do relvado onde confrontaram o treinador Paulo Sérgio e os jogadores.

Depois de uma troca de palavras insultuosas, o técnico aproximou-se dos adeptos rejeitando a forma como estes se estavam a dirigir aos jogadores. A situação, que teve momentos de grande tensão, acabou por ser resolvida com a intervenção dos jogadores, que se aproximaram da confusão com o objetivo de serenar os ânimos.

Esta já não é a primeira vez que os adeptos se insurgem contra a prestação da equipa nesta primeira metade da temporada. Recorde-se que na semana que antecedeu o Natal, a claque Mancha Negra também marcou presença num treino, no qual “ofereceu” bóias, numa alusão à permanência da equipa junto da linha de água da classificação.

in record

Esmael Gonçalves é alvo para o ataque

AVANÇADO DO RIO AVE PODE CHEGAR A COIMBRA POR EMPRÉSTIMO

O avançado Esmael Gonçalves, de 23 anos, é um dos nomes em cima da mesa para reforçar o plantel da Académica. O Rio Ave já sabe do interesse dos estudantes, que pretendem que o clube vila-condense o ceda, a título de empréstimo, até final da temporada.

A Académica não é, no entanto, a única interessada nos serviços de Esmael, com o Rio Ave a estudar também a possibilidade de cedência definitiva do jogador a um clube do Chipre, onde, aliás, o extremo já jogou na época passada. Atenta, portanto, está a Briosa, que espera por um possível entendimento, que pode acontecer a qualquer instante.

Formado no Boavista, foi em França que Esmael deu nas vistas, ao serviço do Nice, antes de o Rio Ave o ter trazido de volta a Portugal. Sem se conseguir impor na equipa vila-condense, acabou por ser emprestado ao St. Mirren, da Escócia, e ao Apoel, do Chipre. Na última temporada, e antes de regressar a Vila do Conde, Esmael jogou na Grécia, ao serviço do Veria FC.

in record 

Makonda da Liga Europa para Coimbra

Makonda já chegou

Quem já está em Coimbra é Tripy Makonda, o primeiro reforço de inverno da Briosa. Ontem, o lateral-esquerdo franco-congolês, oriundo do Brest e formado no PSG, já conheceu os novos companheiros de equipa, tendo assinado um contrato válido por duas épocas e meia.

in record 

21 de janeiro de 2015

Taça da Liga: Académica 1 - Rio Ave 0


A Académica venceu esta quarta-feira o Rio Ave por 1-0 numa partida que contou para a 3ª jornada do Grupo D da Taça da Liga. Magique, na etapa complementar, coroou o dia de aniversário com um golo que dá os três pontos aos "estudantes".

O técnico da Briosa, Paulo Sérgio, lançou algumas novidades no onze com Fábio Santos a mostrar-se muito seguro na baliza e Pedro Nuno a comandar o meio-campo estudantil, na companhia de Obiora e Marcos Paulo. Lá na frente, Hugo Sêco e Marinho eram setas apontadas às redes vilacondenses mas foi Magique a vestir a pele de herói no minuto 65, quando atirou a contar para a baliza de Ederson.

Antes disso, o jogo foi um autêntico festival de golos falhados para a Académica. Por várias vezes, a Briosa esteve perto de marcar mas a falta de eficácia acompanhou mais uma vez o jogo dos "estudantes".

Os três pontos não merecem discussão neste regressar aos triunfos por parte da Briosa. Na próxima jornada da Taça da Liga, a Académica desloca-se ao reduto do Dragão. Força Rapazes!

nº espectadores: 582
árbitro: Carlos Xistra
Crónica 

A Académica somou esta quarta-feira a segunda vitória da época (a última datava de 28 de Setembro do ano passado) e a primeira em casa, afastando automaticamente o Rio Ave das meias-finais da Taça da Liga.
 
A qualidade foi pouca, o interesse também, mas a verdade é que voltar a saber o que é ganhar, em vésperas de visitar Alvalade, e numa altura em que os ânimos em torno da equipa, e, em especial, do seu treinador, estão bastante exaltados, sabe como um bálsamo. Ainda assim, os adeptos apenas perdoaram os jogadores no final. Paulo Sérgio voltou a ser vaiado.

O golo solitário da partida, já agora, obtido por Magique, coincidiu com o aniversário do marfinense. Na mouche. E uma bela prenda para aquele que foi, muito provavelmente, o melhor em campo.
 
Não se poderia pedir muito mais num jogo onde o objetivo, para ambos os lados, não era mais do que dar ritmo a jogadores mais utilizados, tentando poupar argumentos para as duras batalhas que estão para vir no Campeonato.
 
Em Coimbra, pensa-se na salvação, com Paulo Sérgio alvo de forte contestação, e, por isso, nomes como Rui Pedro, Fernando Alexandre ou Rafael Lopes ficaram no banco, mas mais teriam ficado se as disponibilidades atuais assim o permitissem.
 
Tempo Fábio Santos, terceiro guarda-redes do plantel, fazer a estreia esta época, por entre nomes habitualmente pouco vistos do onze da Briosa, como Jimmy, Pedro Nuno ou Hugo Seco. Estes dois últimos, por exemplo, deixaram boas indicações, quiçá a pedir mais atenção no futuro.
 
Do lado da turma dos Arcos, uma equipa ainda mais descaraterizada, com quatro juniores de início (Óscar, João Cunha, Ernest e Vitó), por entre outros atletas menos utilizados. O futuro da equipa de Pedro Martins passa, seguramente, por alguns destes nomes.
 
Sem a intensidade de outros jogos, foi a Académica que assumiu, naturalmente, a iniciativa do jogo, procurando jogar pelas faixas, em velocidade, quando possível, mas com muito pouca vontade. De parte a parte, diga-se.
 
Magique teve duas boas oportunidades para dar expressão ao marcador, mas não conseguiu dar melhor sequência a boas iniciativas de Hugo Seco e, mais tarde, de Pedro Nuno. Sintomático.
 
Ainda antes do intervalo, um contratempo para Pedro Martins: Prince lesionou-se e teve de ser substituído por Wakaso, que mal teve tempo para aquecer. E como estava fria a tarde. Um pouco como o próprio jogo.
 
Reentrou melhor o Rio Ave, obrigando Fábio Santos a duas defesas atentas, já com Marvin em campo no lugar de Pedro Moreira. Os vila-condenses pareciam mais soltos no terreno, mais intencionais em tudo o que faziam, um prenúncio de que algo bom poderia estar para chegar? Nem por isso.
 
Logo a seguir, Marcos Paulo perdia a melhor oportunidade de todo o encontro, isolado por Ricardo Nascimento, correu, correu, até ter Ederson pela frente e chutar contra o guarda-redes brasileiro.
 
Ainda assim, o jogo animou um pouco, e o golo poderia ter surgido em qualquer das balizas. Marcou a Académica, num lance de insistência, dando corpo, por fim, à contabilidade de oportunidades acumuladas.
 
Mesmo ainda com bastante jogo para jogar, o Rio Ave pouco fez para evitar a derrota e os estudantes, ao contrário do que tem acontecido na Liga, conseguiu desta feita segurar o resultado.

Opiniões

Paulo Sérgio, treinador da Académica, no final da vitória sobre o Rio Ave, esta quarta-feira, em Coimbra, para a Taça da Liga: 
 
«Ganhar é importante, no fundo valoriza o que fizemos com jovens menos utilizados. Vem na continuidade do que fizeram em Braga. Penso que foi positivo. Acho que criámos sete ou oito ocasiões de jogo, penso que foi uma vitória justa. Vencer coloca um sorriso no rosto, mas sabemos das responsabilidades e da tarefa difícil que temos pela frente, a começar no próximo domingo, em Alvalade. Há gente a dizer presente e isso deixa-nos satisfeitos. Não estamos eufóricos, temos noção do que foi o jogo, e foi pena que tivemos de criar tanto para marcar um golo apenas, mas ajuda para trabalhar com bom espírito para Alvalade. Sinto a confiança do grupo, não é surpresa para mim, e é isso que me dá alento para trabalhar.»

Pedro Martins, treinador do Rio Ave, no final da derrota desta quarta-feira, para a Taça da Liga, em Coimbra, diante do Rio Ave:
 
«Em primeiro lugar, queria dar os parabéns à equipa de juniores pelo apuramento para a fase final, há aqui, de facto, miúdos com muita qualidade. Foi o primeiro de muitos jogos para eles. Tivemos boa atitude, faltou, claro, rotinas e entrosamento e também houve ritmos diferentes, mas fico muito satisfeito com a resposta que deram. A Taça da Liga não era uma prioridade. A partir do momento em que perdemos com FC Porto, e sendo competição tão curta, e não só batalhas pela frente, como pela quantidade de jogos, entendemos que abdicar da prova e lançar dados para o futuro. Era importante descansar jogadores e lançar outros. Gostei da personalidade do Cunha, da intensidade do Óscar, da qualidade do Vitó, que tem um pé esquerdo fabuloso. Tivemos alguma falta de coordenação, normal, pois há gente que não se conhece, mas saio muito satisfeito pela entrega que muitos miúdos tiveram.»

Marinho, capitão da Académica, a fazer um alerta no final da vitória sobre o Rio Ave, esta quarta-feira, em Coimbra, para a Taça da Liga: 

«Queria fazer um apelo aos adeptos, que têm sido fantásticos nestes anos que em que tenho estado na Académica. Penso que é o momento de puxarmos todos para o mesmo lado, e não colocar o quer que seja em causas. Todos temos como objetivo que a Académica seja cada vez maior. O sucesso deste clube é o nosso também. Queremos dar mais alegrias e tudo será mais fácil se remarmos todos para o mesmo lado. Ninguém gosta dos protestos, porque se põe em causa, neste caso, o nosso brio e trabalho. Penso que as críticas têm sido injustas, porque têm sido direcionada só ao treinador. Temos tanta culpa como ele. Demostrámos sempre uma solidariedade enorme e vamos continuar a fazê-lo. Só a união nos poderá levar ao sucesso.»

Ao minuto 

90'Mais de nove meses depois, a Académica volta a ganhar em casa! Foi a segunda vitória da época, depois da última ter acontecido em Setembro do ano passado...
90'FIM DO Académica, (1) - Rio Ave, (0)
88'Jogo parado para assistência a Fábio Santos.
80'Entra Nuno Piloto (Académica)
80'Sai Marcos Paulo (Académica)
74'Entra R. Ofori (Académica)
74'Sai Ricardo Nascimento (Académica)
73'Entra Iuri Gomes (Rio Ave)
73'Sai Vitó (Rio Ave)
73'Entra Rafael Lopes (Académica)
73'Sai Marinho (Académica)
66'Ernest quase marca!!!
63'GOOOOOOOOOOOOOOOOOLO de G. Magique.
63'Jogada de insistência da Académica, que nasce num canto, Real não acerta na bola, a bola vai para o flanco oposto, onde volta a ser colocada na área, para novo falhanço de Real, mas a bola sobra para Magique que atira com força!!!
62'Cartão amarelo para M. Zeegelaar.
60'Livre de Luís Gustavao, encaixa Fábio Santos.
55'Que desperdício de Marcos Paulo!!! Isolado por uma bom passe de Ricardo Nascimento, correu, correu, mas ao tentar colocar a bola, permite a defesa!!!
50'Agarra novamente Fábio Santos! Era Boateng, de cabeça!
48'Jebor à figura de Fábio Santos!
46'Entra M. Zeegelaar (Rio Ave)
46'Sai Pedro Moreira (Rio Ave)
46'Recomeça o Académica - Rio Ave
45'Jogo muito fraco em Coimbra. Académica com mais iniciativa, mas pouco...
45'Intervalo no Académica - Rio Ave
44'Entra A. Wakaso (Rio Ave)
44'Sai P. Gouano (Rio Ave)
43'Prince vai sair devido a lesão...
43'Marinho consegue isolar-se, mas deixa Prince fechar o ângulo, passa o guarda-redes, mas deixa a bola sair para fora!!!
37'Obiora muito mal... tão alto que saiu o remate!
35'Magique outra vez a não conseguir desviar! Bom centro de Pedro Nuno!
28'Ricardo Nascimento bate um livre para a área, que Ederson encaixa.
24'Abalo, de longe, também por cima!
21'Jebor por cima!!!
20'Ritmo muito baixo, ainda assim a Académica mais afoita...
15'Bom pormenor de Hugo Seco, a ganhar sobre um adversário na direita com uma finta de corpo, colocando a bola à mercé de Magique mas este chega atrasado!!
13'Bom remate de Marinho, segura Ederson!
12'Partida interrompida para assistência a Óscar...
6'Primeiro canto da partida, para a Académica.
3'Magique por cima!
1'Começa o Académica - Rio Ave
0'Adversário complicado este Rio Ave para a Académica, mesmo em casa. Nas últimos cinco deslocações a Coimbra, os vila-condenses venceram por quatro vezes, a última das quais na época passada (0-1). Já no cômputo geral, há 10 vitórias negras, contra cinco dos forasteiros, e ainda sete empates.
0'O árbitro da partida será Carlos Xistra, de Castelo Branco, auxiliado por Paulo Soares e Nuno Pereira. O quarto árbitro será Luís Máximo.
0'Suplentes do Rio Ave: Cássio, Tarantini, Marvin, Wakaso, Bruno Sousa, Esmael e Iuri.
0'RIO AVE: Ederson; Óscar, Prince, João Cunha e Abalo; Luís Gustavo e Pedro Moreira; Boateng, Vitó e Ernest; Jebor.
0'ACADÉMICA: Fábio Santos; Jimmy, Iago, João Real e Ricardo Nascimento; Obiora e Pedro Nuno; Marinho, Marcos Paulo e Hugo Seco; Magique.
0'Já temos equipas!
0'O jogo não dará, por isso, para tirar grandes ilações e mesmo Paulo Sérgio, que tem sido contestataríssimo pelos adeptos, não deverá ter o lugar em perigo independentemente do resultado.
0'Em comum, as duas equipas têm o facto de irem aproveitar esta competição para rodar jogadores, poupando os elementos mais importantes para o campeonato.
0'Os vila-condenses também foram derrotados no primeiro jogo, pelo menos resultado, frente ao FC Porto e dividem o último posto precisamente com os de Coimbra.
0'Os estudantes perderam em Braga (1-0) na ronda anterior e ocupam, por isso, o quinto e último lugar do grupo D, sem qualquer ponto.
0'Boa tarde. Académica e Rio Ave defrontam-se esta tarde em Coimbra, em jogo da terceira jornada da Fase de Grupos da Taça Liga, para seguir, AO MINUTO, aqui, no MAISFUTEBOL. Fique connosco!
Acompanhe aqui o AO MINUTO deste jogo dia 21 Jan 2015 às 16:00

Académica vs Rio Ave: Conferência de Imprensa de Paulo Sérgio

Taça da Liga: Académica - Rio Ave: Convocados

O treinador da Académica, Paulo Sérgio, divulgou esta terça-feira a lista de convocados para o jogo frente ao Rio Ave.

O embate diante os vilacondenses conta para a 3ª jornada da Taça da Liga e será disputado esta quarta, pelas 16:00, no Estádio EFAPEL Cidade de Coimbra.


Consulte os nomes que vão a jogo! A lista contempla 18 jogadores:

Guarda-redes: 1- Cristiano; 24- Fábio Santos;

Defesas: 5- Ricardo Nascimento; 13- João Real; 14- Iago; 37- Ofori;

Médios: 4- Obiora; 8- Jimmy; 20- Rui Pedro; 21- Marcos Paulo; 27- Pedro Nuno; 28- Nuno Piloto; 65- Fernando Alexandre; 92- Lucas Mineiro;

Avançados: 7- Marinho; 11- Magique; 30- Rafael Lopes; 77- Hugo Sêco.

in AAC-OAF

19 de janeiro de 2015

Académica vs Rio Ave: Bilhetes à venda

Já se encontram à venda os bilhetes para o jogo entre a Académica e o Rio Ave, da 3ª jornada da Taça da Liga, um encontro agendado para esta quarta-feira, dia 21 de Janeiro, pelas 16:00, no Estádio EFAPEL Cidade de Coimbra.

A Briosa procura o regresso às vitórias e todo o apoio é fundamental para que a nossa equipa conquiste os três pontos!

Os ingressos já estão à venda na Loja do Sócio, no Estádio EFAPEL Cidade de Coimbra e na Loja Oficial da Briosa, no Dolce Vita Coimbra.

Refira-se que, tal como habitual, os cartões de época não são válidos para os jogos da Taça da Liga. Assim, os associados da Académica que pretendam assistir ao desafio têm ingressos disponíveis por apenas dois euros.

Como já percebeu, ser Sócio da Briosa, para além de ser um orgulho, garante-lhe também vantagens enormes no que respeita às condições que lhe são proporcionadas para ver os "estudantes" em acção. Ser sócio da Académica torna tudo mais fácil e económico! Se ainda não é, não perca tempo e torne-se já hoje associado da mágica Briosa carregando aqui. Se já for sócio, mais económico ainda é adquirir o Lugar Anual 2014/2015. Para mais informações clique aqui. 

Não fique em casa e apoie os "estudantes" do princípio ao fim. A sua presença é fundamental até porque a Briosa é a Paixão que nos Move!!!

Força Académica!


Confira o preço dos bilhetes (Planta virtual do Estádio): 

Sócios (quotas em dia) 2 €
Público - Bancada Norte (Zona Visitante) 5 €
Público - Bancada Poente inferior 7,5 €

18 de janeiro de 2015

Direção dá voto de confiança a Paulo Sérgio

Depois da derrota dos estudantes, sexta-feira, por 4-0 em  Guimarães, a direção da Académica reuniu-se, já em Coimbra, com Paulo Sérgio, onde a posição do treinador esteve em cima da mesa.

A solução encontrada passa por um voto de confiança a Paulo Sérgio, que assim se mantém no comando técnico da briosa com posição reforçada.

Entretanto, Paulo Sérgio orientou o treino deste domingo (às 10 horas à porta fechada) já de preparação para o jogo de quarta-feira da Taça da Liga frente ao Rio Ave.

Briosa defronta Sporting e Marítimo num domingo

Já se encontram agendados os jogos da 18ª e 19ª jornadas da Primeira Liga. Assim, a Briosa desloca-se a Alvalade para defrontar o Sporting numa partida marcada para dia 25, um domingo, pelas 16:00. O jogo será transmitido na Sport Tv.

Já o encontro frente ao Marítimo está agendado para o dia 1 de Fevereiro, domingo, também às 16:00.
 

Relativamente à Taça da Liga, a Briosa joga frente ao Rio Ave no dia 21, quarta-feira, às 16:00, e desloca-se ao Dragão para defrontar o FC Porto no dia 28, às 20:45. O jogo será transmitido na TVI.

17 de janeiro de 2015

2014/15 - 17J - V Guimarães 4 - Académica 0: resumo


2014/15 - 17J - V Guimarães 4 - Académica 0


nº espectadores:
árbitro:  Amilcar Ventura 

Crónica 

O V. Guimarães abriu a 17ª jornada a todo o gás e venceu a Académica por 4-0 no Estádio D. Afonso Henriques, arrumando a questão ainda no primeiro tempo. Foi o regresso aos triunfos do conjunto minhoto, depois da derrota na Luz, saltando, à condição, para o terceiro lugar e pressionando o Sporting. 

Ricardo Valente estreou-se a titular com um golo, André André chegou à dezena de golos esta época e Tomané pôs fim a um jejum que já durava há mais de quatro meses e meio. Hernâni também já não marcava há dois meses e voltou a ser feliz. Triunfo simples e pragmático a aproveitar as fragilidades defensivas da Académica. 

A diferença entre o V. Guimarães e A académica foi demasiado evidente. O conjunto de Rui Vitória demonstra outros argumentos que a Académica de Paulo Sérgio não pode combater, e que o resultado do jogo da noite deste sábado não deixa de comprovar. 

Depois do susto, o sentido único 

A Académica entrou no D. Afonso Henriques disposta a tentar esbater a tal diferença que a tabela classificativa evidencia. Nos primeiros minutos até se aproximou por duas ocasiões da baliza de Assis. Primeiro foi Rafael Lopes a rematar por cima do travessão, depois foi João Afonso a desentender-se com Assis, quase deixando Rui Pedro isolado. 

Acabou aqui, aos onze minutos, a réplica da Académica na Cidade-Berço. A partir do quarto de hora entraram em cena os «meninos de rua», como Rui Vitória gosta de lhes chamar. Valente estreou-se a titular no lugar de Ricardo Gomes e começou a imprimir sentido único ao encontro. 

Abriu o ativo aos dezasseis minutos depois de uma defesa de Lee a remate de cabeça de Tomané. A dez minutos do intervalo André André converteu um castigo máximo a punir falta de Ofori sobre Hernâni, imprudente a ação do defesa da «Briosa» sobre o extremo, e o que é certo é que o V. Guimarães chegava a uma vantagem confortável. 

Acusou o golo a Académica e acabou o primeiro tempo a penar, desejando pelo período de descanso. O jogo tinha sentido único e os «estudantes» ainda viram Josué enviar uma bola ao ferro e Tomané ampliar a vantagem para os três golos de diferença numa jogada bem delineada pelo lado direito do ataque do V. Guimarães. 

Hernâni carimba a «chapa quatro» 

Com a questão do vencedor arrumada ao intervalo, no segundo tempo a qualidade do futebol apresentado decresceu. O conjunto da casa limitou-se a gerir a vantagem, enquanto que a Académica esbracejava de forma aflita, tentando fazer prova de vida. A verdade é que nunca foi capaz de importunar verdadeiramente Assis. 

A perder por três bolas a zero, pouco ou nada foi capaz de fazer o conjunto de Paulo Sérgio. Limitou-se a ver o cronómetro correr para o final e nem sequer estranhou os apenas dois minutos de compensação dados pelo quarto árbitro. O encontro terminou ao som de «olés» vindos das bancadas, já depois de o V. Guimarães ter ampliado a vantagem a dez minutos do apito final de Vasco Santos. 

Está concluída a primeira volta para V. Guimarães e Académica. Rui Vitória sorri, segura o quarto lugar e pressiona o Sporting. A Académica de Paulo Sérgio segue ao sabor dos maus resultados, ainda só soma um triunfo e suspira para que o Penafiel não faça nenhuma gracinha diante do FC Porto. Improvável, mas ainda assim, a «Briosa» corre o risco de dobrar a metade do campeonato em lugar de despromoção.


Destaques 

Figura: Tomané 
Não marcava há dezasseis jogos, desde agosto. Regressou aos golos e teve uma participação preponderante nos resultado robusto carimbado pelo V. Guimarães. Tem pautado as suas exibições com suor, esforço e muita entrega. Esta noite deu cor à sua prestação com um golo, alimentando, no fundo, a sua veia de avançado. É apenas o seu terceiro golo, mas Rui Vitória não prescinde dos seus serviços. Esteve no cabeceamento que deu origem ao primeiro golo, e assistiu Hernâni para o fecho da goleada, ou seja, esteve em três dos quatro golos. 

Momento: golo de Valente 
Cruzamento da direita de Hernâni, Tomané aproveita uma primeira benesse do setor mais recuado da Académica para cabecear sem grande oposição. Lee ainda defendeu o primeiro remate do V.Guimarães, mas foi incapaz de travar a recarga de Ricardo Valente. Uma vez mais, a demonstrar-se muito permeável a defesa dos estudantes, deixando o guarda-redes Lee completamente desprotegido. Valente nem conseguiu acertar corretamente na bola; não foi preciso. Um toque subtil serviu para abrir o ativo e a dar o mote para a goleada.

Negativo: defesa da «Briosa» 
Concedeu muitos espaços, falhou nas marcações e permitiu que se chegasse ao intervalo com um resultado muito expressivo. Os minhotos somaram vários lances de perigo, chegaram a uma vantagem de três golos e ainda enviaram uma bola ao ferro. Demasiado fácil para o Vitória. 

André André 
Mais um golo para a sua conta pessoal, o décimo da presente temporada. Grande penalidade batida de forma irrepreensível no frente a frente com Lee. Tem juntado à sua regularidade exibicional a capacidade de finalizar. Exibição sublime no meio campo do V.Guimarães. 

Ivanildo 
O jogador mais vertical da Académica, mais incisivo e com maior capacidade olhar a baliza adversária. Dos poucos que teve capacidade para segurar o esférico, levantar a cabeça e fazer o conjunto de Paulo Sérgio progredir no terreno. Foi várias vezes travado em falta pelos opositores. 

Ricardo Valente 
Estreia a titular no Estádio D. Afonso Henriques, com direito a serenata à chuva. Inaugurou o ativo à passagem do primeiro quarto de hora do encontro com uma recarga plena de oportunidade. Entendeu-se às mil maravilhas com Tomané e Hernâni no ataque vimaranense. 

Hernâni 
Um regresso aos golos também depois de um jejum, ainda que menor do que o de Tomané. O velocista do V.Guimarães não marcava há dois meses e carimbou a goleada diante da Académica. Exibição com mais brilho e nota artística do que propriamente produtividade.

Opiniões 

Rui Vitória, treinador do V. Guimarães, em declarações no final da goleada (4-0) sobre a Académica: 
  
«Vínhamos de uma derrota e sabíamos que era importante dar uma resposta em nossa casa. A equipa da Académica tem bons executantes, mas não estava mentalmente bem, por isso sabíamos que tínhamos de ser muito rápidos a definir e sair bem em contra-ataque. Foi isso que fizemos. 
  
Com 3-0 ao intervalo, o jogo estava muito perto de estar ganho. Na segunda parte mantivemos a atitude, fizemos mais um golo e ganhámos bem. 
  
A equipa está confiante, sabe que a qualquer momento pode fazer um golo. Fizemos 34 pontos na primeira volta e isso tem de ser digno de registo. Sabemos que temos tido bons desempenhos e isso tem sido um trunfo muito importante para nós. 
  
Deixa-me muito satisfeito a atitude dos jogadores, jogadores jovens mas com muita maturidade e que a qualquer altura podem desequilibrar.»

Paulo Sérgio, treinador da Académica, em declarações no final da derrota (0-4) sofrida em Guimarães:  

«Se há condições para continuar? Reunirei com a direção e falaremos. Se o problema for o Paulo, o Paulo pega na mala e vai andando. Não desisto nem nunca desisti de nada na vida. Trabalho com dedicação. O que interessa é o futuro da Académica.»

Paulo Sérgio, treinador da Académica, em declarações à Sporttv no final da derrota (0-4)  em Guimarães: 
  
«Entrámos bem, jogando e criando uma grande oportunidade, mas depois colocámo-nos fora do jogo. Foi fácil de mais a forma como o V. Guimarães chegou aos golos. 
  
Nós tivemos quatro ou cinco boas oportunidades e não marcámos. Ao intervalo o jogo estava sentenciado. Tornámos as coisas fáceis de mais para o Vitória, fomos uma equipa muito desorganizada, fomos muito macios,  cometemos muitos erros enfim, foi tudo mau na primeira parte. 
  
A consistência que mostrámos nos últimos jogos tinha-nos indicado o caminho, hoje fizemos tudo ao contrário, por isso é urgente voltar à consistência que tínhamos antes desta noite.»

Fernando Alexandre lamentou a derrota pesada da Académica frente ao V. Guimarães. O médio da briosa considera que os vários golos sofridos pela Académica se devem à falta de confiança e a erros individuais: 
  
«Perante estes números há pouco a dizer, mas é de realçar que tivemos a primeira oportunidade. Não fizemos e quando assim é sofre-se. A partir daí a história estava feia. Na segunda parte tentámos inverter, mas não conseguimos e sofremos mais um. Acho que o que tem acontecido se deve à falta de confiança e aos erros individuais. Temos de ter confiança para impor o nosso jogo e alcançar a vitória já no próximo jogo. O empenho tem sido máximo.»

Ao minuto 

90'Assistência para golo de Tómané.
90'Assistência para golo de Bruno Gaspar.
90'O V. Guimarães merece inteiramente esta vitória. A equipa de Rui Vitória foi sempre superior à Académica de Paulo Sérgio.
90'FIM DO Vitória Guimarães, (4) - Académica, (0)
90'Última oportunidade do jogo para a Académica, por Mineiro. Defende Assis.
90'Vão jogar-se mais dois minutos.
85'O V. Guimarães não põe o pé no travão, apesar da goleada.
82'Cartão amarelo para Hernâni.
81'GOOOOOOOOOOOOOOOOOLO de Hernâni.
Tómané entrega pela esquerda e Hernâni não falha na cara de Lee.
78'Canto para a Académica, alivia Assis. Lance não se perde e Fernando remata, mas o guardião vimaranense estava atento.
76'Entra Hugo Seco (Académica)
76'Sai Ivanildo (Académica)
75'Gui teve a melhor oportunidade da segunda metade, mas Lee defendeu.
74'Treinadores refrescam, mas V. Guimarães continua mais perigoso.
73'Entra Nassim Zitouni (Vitória Guimarães)
73'Sai Valente (Vitória Guimarães)
71'Entra Mineiro (Académica)
71'Sai Rui Pedro (Académica)
66'Tómané tenta o cruzamento, Aníbal corta o lance.
63'Entra I. Gui (Vitória Guimarães)
63'Sai B. Mensah (Vitória Guimarães)
60'Entra G. Magique (Académica)
60'Sai Marcos Paulo (Académica)
59'Paulo Sérgio vai mexer na equipa. Primeira alteração na partida.
57'Josué faz falta sobre Rafael Lopes. Livre para a Académica, com Marcos Paulo a chutar contra a barreira.
54'Rafael Lopes a cabecear por cima da baliza de Assis.
51'Livre batido por Hernâni, Lee defende para a frente.
48'Remate de André André a sair por cima.
46'Recomeça o Vitória Guimarães - Académica
46'Duas tentativas no início da segunda parte: uma para a Académica por Marcos Paulo, outra para o V. Guimarães por Bernard.
45'Intervalo no Vitória Guimarães - Académica
Vantagem justa e sem contestação da equipa de Guimarães. Três golos e uma bola ao poste.
45'Falta a favor da Académica, no último lance da primeira parte. André André curtou a bola de Ricardo Nascimento
45'Vão jogar-se mais três minutos.
44'Boa defesa de Assis, a tentativa de Rui Pedro.
40'GOOOOOOOOOOOOOOOOOLO de Tómané.
Cruzamento rasteiro de Bruno Gaspar, Tómané a finalizar de pé esquerdo. Sem hipóteses para Lee.
37'Após livre, Josué teve de ser assistido na área da Académica.
35'GOOOOOOOOOOOOOOOOOLO (penálti) de André André.
o médio do V. Guimarães bate Lee com um remate rasteiro para a direita do guarda-redes.
34'
34'Ofori derruba Hernâni na área.
32'Grande defesa de Lee a cabeçada de Valente, mas o lance já estava interrompido por fora de jogo.
30'Á TRAVE! Canto cobrado na direita e Josué cabeceia a bola, que bate com estrondo na trave.
29'Mais um canto para o V. Guimarães, bem ganho por Valente.
26'Duas oportunidades seguidas para V. Guimarães. Tomané, na área, com espaço, remata por cima. Muitos espaços concedidos pela defesa da Académica...
22'Jogo novamente interrompido, agora para a recuperação de Bernard.
21'Cartão amarelo para R. Ofori. por entrada dura sobre Hernâni.
18'Jogo interrompido para ser prestada assistência a Bernard, que está lesionado.
16'GOOOOOOOOOOOOOOOOOLO de Valente.
16'ESTÁ FEITO O PRIMEIRO! Cruzamento na esquerda para a cabeça de Tomané, que obriga Lee a uma defesa apertada. A bola fica à mercê de Ricardo Valente, que faz a recarga na pequena área.
12'Seis faltas cometidas pelo V. Guimarães nestes primeiros minutos.
10'A bola morre nas mãos de Assis, sem problemas para o guarda-redes vitoriano.
10'Falta sobre Ivanildo já perto da área do Vitória. Chove com intensidade em Guimarães.
8'Responde o V. Guimarães! Receção difícil de Hernâni, na pequena área, remate rasteiro e o guarda-redes Lee mergulha e cede canto.
6'Que oportunidade para a Académica! Cruzamento na direita e Rafael Lopes a aparecer sozinho na pequena área e a rematar por cima da trave.
5'Dois cantos consecutivos para o V. Guimarães.
3'Primeiros minutos com ascendente do V. Guimarães.
1'Começa o jogo. Sai a Académica.
1'Começa o Vitória Guimarães - Académica
0'As equipas sobem neste momento ao relvado. A Académica joga toda de negro, enquanto que o V.Guimarães joga de branco.
0'Concluído o aquecimento, as três equipas acabam de recolher aos balneários.
0'Chove intensamente nesta altura em Guimarães. As bancadas estão muito despidas
0'Por seu turno, Paulo Sérgio não pode contar com Aderlan, Obiora e Schumacher (lesionados) e Oualembo e Edgar Salli (ao serviço das respetivas seleções na CAN).
0'Pedro Correia, Defendi, Bouba, Bruno Alves, Alex, Caiado e Alvez, todos devido a problemas físicos, não são opções no V.Guimarães.
0'Supremacia do V.Guimarães no que às receções à Académica diz respeito. Em 58 encontros disputados entre os dois emblemas na Cidade-Berço, os minhotos somam 37 triunfos. A Académica venceu por onze ocasiões, a última das quais há duas épocas.
0'Do lado da Académica, Paulo Sérgio faz três alterações em relação ao empate caseiro com o Paços de Ferreira. Fernando Alexandre, Nuno Piloto e Ivanildo são as novidades.
0'Ricardo Valente, reforço de inverno do V.Guimarães proveniente do Leixões, é a principal novidade do onze de Rui Vitória. Estreia-se como titular depois de ter entrado no decorrer da segunda parte no Estádio da Luz.
0'ACADÉMICA: Lee; Iago, Aníbal Capela, Ricardo Nascimento e Ofori; Fernando Alexandre e Marcos Paulo; Nuno Piloto, Rui Pedro e Ivanildo; Rafael Lopes.Suplentes: Fábio Santos, Jimmy, Magique, João Real, Pedro Nuno, Hugo Seco e Lucas Mineiro.
0'V. GUIMARÃES: Assis; Bruno Gaspar, Josué, João Afonso e Chemmam; Cafú, André André e Bernard; Hernâni, Tomané e Valente.Suplentes: Douglas, Moreno, Nassim, Ricardo, Nii Plange, Crivellaro e Gui.
0'JÁ HÁ EQUIPAS OFICIAIS!
0'Tarde fria na Cidade-Berço, a chuva faz-se sentir, ainda que ao de leve, quando as equipas sobem ao relvado para fazer exercícios de aquecimento.
0'Boa tarde. Maisfutebol inicia aqui o acompanhamento AO MINUTO do jogo entre o V. Guimarães e Académica, que abre a 17ª jornada da Liga. O pontapé de saída está marcado para as 18 horas, no estádio D. Afonso Henriques. Fique ligado.
Acompanhe aqui o AO MINUTO deste jogo dia 17 Jan 2015 às 18:00